E a separação entre Estado e Igreja, hein?? Acorda, Paris!

Hoje vi uma matéria da Folha de São Paulo falando sobre uma manifestação contra casamento gay em Paris. E, pelo visto, a manifestação reuniu milhares de pessoas. Tudo bem que parisiense arruma desculpa para não ter que trabalhar, ainda mais com as centenas de passeatas que ocorrem DIARIAMENTE lá.

Fiz pós-graduação em Fotografia Profissional em Paris, especializada em fotojornalismo. Nunca fotografei tanto manifestações, protestos e coisas do gênero em nenhum um outro lugar tanto quanto em Paris.

Eu acredito que eles têm consciência social maior do que a nossa (brasileiros), mas acredito que certos valores enraizados que eles herdaram do cristianismo católico ainda reinam por lá. O Estado Francês pode, como deve, legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Por que não?! Porque os valores judaico-cristão ainda estão impregnados em nós.

É uma pena ver que a mentalidade atual da nossa sociedade não têm evoluído tanto quanto outras áreas. Essa forma estática de ser e pensar atrasa vidas. As pessoas deveriam ter o direito de registrar legalmente uma união.

Assim como eles foram manifestar contra o casamento entre pessoas do mesmo, estou aqui expondo minha simples opinião de que essas pessoas não evoluíram e não tem o DIREITO de escolher o destino de outras pessoas. Se na Grécia Antiga era comum o relacionamento entre homens (mulheres “serviam” mais para procriação e diversão do que para um amor romântico), o cristianismo veio para unir as massas em uma época em que era necessário se unir pela religião. Hoje em dia a Igreja não interfere no Estado, e, na teoria, um sistema democrático deveria sustentar e apoiar o direito de qualquer pessoa (sexo, raça, etc.) de se expressar da mesma foram que a maioria.

Acredito que a minha geração seja mais cabeça aberta, mas ainda sim acredito que podemos expandir mais nossa mente. Cada um tem o direito de pensar como quer, mas fazer uma manifestação que afeta a vida de outras milhares de pessoas decidindo assim como a vida delas devem ser é uma TIRANIA!

Temos que viver o nosso tempo, criar nossos conceitos e nossos valores. Valores que foram criados a 2 mil anos atrás não deveriam se aplicar a uma sociedade tão diferente daquela, em termos culturais, principalmente.

Matéria na Folha de São Paulo

Flávia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s